Como é formado um furacão?

Harvey, Irma, José, Katia são familiares para você? Estes são alguns nomes de furacões que abalaram o mundo apenas em 2017 e foram destaque nos jornais e sites de notícia em todo o globo.

Os eventos naturais estão entre os fatos importantes deste ano e, justamente por isso, podem fazer parte das questões de atualidades do Enem em 2017. E você, sabe o que é um furacão e por  que ele causa tanta destruição?

Se não sabe, está na hora de aprender. Então a gente vai ensinar o que é um furacão em três passos básicos. Vamos lá?

1 – O que é um furacão?

Fenômeno natural que nasce de uma combinação de fatores atmosféricos e geográficos. O furacão é basicamente um sistema circular de movimentação de ar com velocidade igual ou superior a 105 quilômetros por hora. O seu diâmetro pode ter centenas de quilômetros, não existe uma definição de critério quanto a isso. Sua formação se dá graças à formação de sistemas de baixa pressão em regiões oceânicas, por isso mesmo, os furacões começam sempre no oceano e podem ou não partir para o continente. Isso também explica o porquê de ilhas serem constantemente atingidas.

2 – Como um furacão é formado?

Um furacão começa quando as águas do oceano ficam quentes, com temperatura superior a 27ºC. Isso faz com que exista uma grande quantidade de evaporação de água,  produzindo muita umidade, convertida em massas de ar que irão formar o furacão.

Como as águas oceânicas mais quentes são comuns em regiões tropicais, isso facilita a formação os furacões nessas áreas. Entretanto, com os fenômenos El Niño e La Niña e o aquecimento global, regiões de clima temperado também têm sido alvo do fenômeno.

3 – Qual a diferença entre furacão, ciclone, tufão e tornado?

Tufão é apenas o nome dado aos furacões na região do Pacífico Norte. Já o ciclone é uma denominação dada a todo vento violento, pode ser um tornado ou furacão.

Os tornados têm curta duração e costumam ser ainda mais devastadores. Duram menos de uma hora, possuem menos de 2 quilômetros de diâmetro e os ventos variam entre 100 km/h e 480 km/h e surgem a partir de nuvens do tipo cumulus.

As diferenças principais do furacão para os dois é que o diâmetro dele pode ter centenas de quilômetros, pode ter a duração de vários dias e possui locais específicos de formação, dada a necessidade do aquecimento das águas, o que os restringe ao Hemisfério Ocidental, no Oceano Atlântico ou no Pacífico Norte. Outra diferença importante é que os furacões também perdem força quando saem do mar e entram no continente.

Agora que você aprendeu como são formados os furacões, está preparado para o Enem e o vestibular?

A UCDB oferece ótimas opções de cursos que aliam tradição de ensino com conhecimento e preparo para o mercado de trabalho. Conheça mais sobre o nosso vestibular e venha se inspirar com a gente!

Comentários

Cadastre-se

Futuro Acadêmico, cadastre-se para receber as últimas novidades e dicas sobre o vestibular, ENEM, provas e muito mais!
Secure and Spam free...